Sobre o Festival

O Festival do Folclore de Olímpia é o mais Tradicional do Brasil!

A Praça de Atividades Folclóricas “Prof. José Sant’anna”, área com 9,6 hectares, apresenta anualmente muitos grupos Folclóricos e Parafolclóricos de vários estados e recebe visitantes de todas as regiões do país.

O Festival do Folclore é um encontro da cultura Brasileira. Além de preservar e manter a cultura popular o Festival fomenta o comércio, o turismo e os serviços na cidade e em toda região noroeste do Estado de São Paulo. Olímpia mantém e incentiva durante todo o ano grupos folclóricos locais, os quais hoje mais de 20 (quinze) Folclóricos e 4 (três) Parafolclóricos. O estudo de folclore no município faz parte do currículo escolar nas escolas públicas e privadas e para o futuro é almejada a criação da Universidade Livre de Folclore.

José Sant’anna, criador dos Festivais do Folclore, durante sua atividade pedagógica em meados da década de 50, se descobriu com vocação ao estudo do folclore brasileiro, tornado-se desde então um atuante de denodado folclorólogo. Ao elaborar pesquisas e exposições acerca do assunto, empreendidas com auxílio de seu alunado e restritas ao âmbito escolar, o professor as transcendeu ás ruas olimpienses realizando assim em 1965, o 1º Festival do Folclore de Olímpia, evento que é hoje detentor de alto prestígio e que em razão de tais méritos tornou-se de projeção nacional, ensejando à Olímpia o consagrado título de “Capital do Folclore”.

Identificação do Festival

Objetivos e Metas

Como nas demais edições, resgatar e preservar as manifestações da Cultura Tradicional de todas regiões do nosso país proporcionando a interação entre todos os integrantes nos alojamentos, no refeitório e no local de confraternização.

A troca de informações e oportunidades de pesquisas que ocorrem durante o festival é de grande importância para o crescimento e fortalecimento dos grupos que aqui se encontram vindos de norte a sul do país. Formar a consciência para a Cultura e Paz e contribuir para o fomento da capacidade econômica local.

Justificativa

Anualmente Olímpia se transforma na Capital do Folclore Brasileiro. Estudiosos, pesquisadores e amantes da cultura encontram nos festivais, condições para execução de seus trabalhos acadêmicos, na busca por resultados positivos e esperados em suas pesquisas.

Em decorrência de muitas manifestações folclóricas estarem em vias de extinção, a sobrevivência de muitos destes grupos folclóricos encontram no Festival de Olímpia motivação para manterem-se vivos, atuantes e desta forma a tradição e a cultura popular se mantém preservadas.

Milhares de estudantes de todos os níveis escolares encontram no Festival do Folclore fonte de pesquisa e desenvolvem o espírito de cidadania e civismo através de conhecimento de suas raízes. A economia local e regional é fortalecida com a realização do evento.

Cronograma de Atividades

Apresentação de grupos Folclóricos e Parafolclóricos

Pontos de Danças em vários lugares no Recinto. Música e Dança de todas as regiões brasileiras são mostrados ao público que passa pelo Festival diariamente.

Peregrinação Folclórica

Através de apresentações os grupos Folclóricos e Parafolclóricos que visitam estabelecimentos comerciais, órgãos públicos, agências bancárias, os quais levam o festival a toda comunidade.

Seminários de Estudos Sobre Folclore

Palestras ministradas por especialistas em Folclore com a participação de educadores, estudantes e pesquisadores. Temas expostos e debatidos em mesa redonda.

Campeonato Malha Bocha e Truco

É tradição dentro da programação a realização desses campeonatos.

Gincana de brinquedos tradicionais infantis

Proporcionar às crianças a oportunidade de participar e vivenciar as brincadeiras da infância, de forma que o resgate destas atividades estimule a brincarem durante todo o ano nas suas residências e nos pátios das escolas.
Participam estudantes locais e das demais cidades visitantes.

Oficina Folclorança

Atividades que desenvolvem a criatividade e habilidade na confecção de brinquedos para as brincadeiras infantis (papagaios/pipas, bitu, pião, arco...) a partir de sucata e material reciclável. Participam crianças da comunidade e os demais visitantes.

Mostra de Artesanato

Participação de artesãos locais, da região do estado de São Paulo e outros estados.

Desfile Apoteótico

Apresentação de coreografia, enredos e ritmos, realizando a confraternização com todos os grupos folclóricos.

Minifestival do Folclore

Um dos eventos diários do Festival é apresentado por crianças das escolas da rede pública, que durante todo o ano letivo em horários alternativos aos das aulas, estudam e praticam as tradições folclóricas de todo o país.

Missa de Ação de Graças

Celebrada no primeiro domingo da festa na Igreja Matriz de São João Batista com a participação de Grupos Folclóricos e Parafolclóricos, integrantes da programação.


TODAS AS ATIVIDADES SÃO GRATUITAS


COMPARTILHE